Notícias

22.02.2019

Lucro líquido da Multiplan cresce 28% e vendas nos shoppings sobem 5,5% em 2018

Clique na imagem para ampliar.

Multiplan Empreendimentos Imobiliários divulgou os resultados do quarto trimestre de 2018 

As vendas de todos os lojistas dos shoppings somaram R$15,5 bilhões, o que representa um crescimento de 5,5% em relação ao ano de 2017. O aluguel nas mesmas lojas atingiu um novo recorde de R$1.537/m²alta de 4,4%, vindo 2,4% acima do efeito da inflação. A taxa de ocupação fechou o ano em 97,5%. São resultados representativos, principalmente em função das turbulências políticas e econômicas enfrentadas pelo país no último ano.

No âmbito financeiro, os números também refletiram o resultado operacional. O Lucro Líquido subiu 28,0% em 2018, a R$473 milhões, principalmente devido à evolução do EBITDA (alta de 14,7%, a R$ 47 milhões), e à redução da despesa financeira líquida.

NOI (Receita Operacional Líquidaaumentou 8,9% em 2018, para R$1,138 bilhão, na esteira do sólido crescimento das receitas de locação (5,2%) e estacionamento (10,8%), e menores despesas de shopping centers (-14,1%); e o FFO (geração de caixaaumentou 26,0%, para R$704 milhões, seguindo o forte desempenho operacional, e resultando em um FFO por ação de R$1,18 no ano.

A Companhia registrou crescimento nas vendas dos lojistas em todos os trimestres desde o IPO, incluindo os últimos cinco anos, com uma alta anual de 6,3% nos últimos cinco anos. Esse histórico robusto foi sustentado por uma combinação de fatores, principalmente: localização e arquitetura dos ativos; uma forte gestão do mix, que antecipou tendências e necessidades do consumidor; e as novas áreas entregues, que levaram ao aumento de 38,4% na ABL própria. Em suma, essa fórmula de sucesso impulsionou a atratividade e a escala do portfólio da Multiplan, resultando em um crescimento de vendas recorrente e aumentando a produtividade geral dos shoppings.

turnover total dos shoppings foi 2.246 metros quadrados maior do que em 2017, alcançando 41.316 metros quadrados, ou 388 lojas. Como percentual da ABL de shopping center, o turnover foi de 5,0%, o mesmo do ano anterior. O ParkShoppingCampoGrande foi responsável por 64 novas lojas, seguido pelo BarraShopping (50) e pelo BarraShoppingSul (34).

custo de ocupação dos lojistas diminuiu 28 pontos base no quarto trimestre de 2018, comparado ao mesmo período anterior, chegando a 11,8%, percentual igual à média dos últimos cinco quartos trimestres. A combinação do aumento das vendas e o controle das despesas condominiaiscontribuíram para um indicador estável, mesmo considerando o aumento real na receita de locação.

combinação da geração de caixa da Companhia e da diminuição de R$91,1 milhões na dívida bruta – através da amortização de empréstimos e outras obrigações – levaram a uma posição de caixa de R$866,2 milhões ao final de 2018, um aumento de 1,6% quando comparada com setembro de 2018. Como resultado, a dívida líquida diminuiu 5,0%, chegando a R$2.002,0 milhões.

relação dívida líquida/EBITDA diminuiu de 2,19x em setembro de 2018 para 2,11x em dezembro de 2018, permanecendo distante do menor covenant de dívida líquida/EBITDA da Companhia (4,00x).